A SUA ORGANIZAÇÃO
ESTÁ PREPARADA
PARA O RGPD?

A J.CANÃO DISPÕE DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA NECESSÁRIOS
PARA O DIAGNÓSTICO E CUMPRIMENTO DAS REGRAS IMPOSTAS PELO RGPD.

AS NOSSAS SOLUÇÕES JÁ ESTÃO EM CONFORMIDADE.

ALERTA!

Em vigor desde 25 de maio de 2018, se a sua empresa ou organização não estiver em conformidade com o RGPD, incorre numa coima que pode ascender a 20 milhões de Euros ou 4% do volume de negócio anual.

O QUE É O RGPD?

O RGPD, aprovado no parlamento Europeu em abril de 2016, visa regular a proteção das pessoas singulares no que diz respeito ao tratamento de dados pessoais e à livre circulação desses dados.

QUAIS OS PRINCIPAIS OBJETIVOS DO RGPD?

1 - Atualizar a legislação relativa à proteção de dados, alinhando-a à nova era digital.
2 - Harmonizar a legislação em todos os Estados-Membros da UE.
3 - Reforçar os direitos dos cidadãos, protegendo-os de riscos e ameaças na utilização dos seus dados pessoais.

A QUEM SE APLICA?

Aplica-se a empresas, mas também qualquer pessoa singular, organização, autoridade pública, agência ou outro organismo que proceda ao tratamento de dados de pessoais e que esteja e/ou faça negócios com a EU.

Entrou em vigor no dia 25 de maio de 2018 na União Europeia (UE) e prevalece sobre quaisquer leis nacionais.

QUAL O IMPACTO?

Impõe-se a necessidade imediata, a todas as entidades abrangidas, de implementação de um conjunto de políticas e medidas que garantam a conformidade com o RGPD, sob pena de lhes serem aplicadas multas que podem acender a 20 milhões de euros ou 4% do volume de negócios anual (o que for mais elevado).

A QUE DIREITOS PESSOAIS DEVERÁ ESTAR ATENTO PARA CUMPRIR O RGPD?

1 - Direito a ser esquecido (quem controla os dados deve removê-los dos sistemas).
2 - Direito a transferir os dados para outra entidade.
3 - Direito a opor-se ao processamento de dados.
4 - Direito de pedir para adicionar ou corrigir os dados

O RGPD tem um impacto enorme em todos os departamentos de inúmeras empresas em todo o mundo, algumas poderão ter de contratar ou designar um encarregado da proteção de dados (DPO) e quase todas irão necessitar de implementar práticas e salvaguardas suplementares.

É ALTAMENTE RECOMENDÁVEL A REALIZAÇÃO DE UMA AUDITORIA POR ESPECIALISTAS DEVIDAMENTE QUALIFICADOS.